Camus entre a peste e a pandemia

Bethânia Silva Tristão, Lúcio Álvaro Marques, Yani Aparecida Oliveira

Resumo


O artigo será dividido em introdução, onde apresentaremos A Peste de Albert Camus, retratando a cidade de Oran que é acometida pela peste. Logo em seguida, em tópicos analisaremos cada personagem e/ou situação de Oran em paralelo com nossa realidade, a saber: à luz da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Situaremos a análise em países mundo a fora como exemplo para apresentarmos uma reflexão mais assertiva, daremos atenção maior na realidade brasileira e como a população enfrenta a pior e maior crise sanitária. Trazendo com clareza a importância dos profissionais da área de saúde e pesquisa em um sistema de saúde precário onde falta o básico, a informação que toma proporção enorme de extrema velocidade e ao mesmo tempo a falsa informação (FakeNews) em relação ao vírus. Contudo em um discurso negacionista das autoridades e empresários evidenciando ainda mais o sistema capitalista que cada vez mais consome os menos favorecidos de forma cruel na atual situação, além, das medidas de proteção que tem o distanciamento como uma das maiores formas de proteção, porém o momento revela a dificuldade encontrada no país para evitar a disseminação do vírus em meio a uma sociedade que vivencia uma das maiores desigualdades sociais do mundo.

Palavra-chave: Saúde; pandemia; informação.


Palavras-chave


Argumentação filosófica e argumentos

Texto completo:

PDF Português

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Investigação Filosófica

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.