O desafio de dialogar no ciberespaço: uma abordagem à luz da hermenêutica gadameriana

Thiago Delaíde da Silva

Resumo


Este artigo pretende apresentar elementos para refletir sobre o desafio de desenvolver a arte do diálogo no contexto do ciberespaço à luz da hermenêutica gadameriana, tendo em vista crescente cultura de intolerância presente nas redes digitais na atualidade.  O artigo, de cunho teórico, visa aproximar a temática da cibercultura da hermenêutica filosófica de Hans-Georg Gadamer, refletindo sobre as implicações derivadas das mídias pós-massivas sobre o diálogo no ciberespaço. O texto procura apresentar alguns traços pertinentes da cultura digital do mundo contemporâneo, a fim de esboçar o cenário atual e suas implicações no que tange a comunicação humana. Em sintonia com hermenêutica gadameriana, frente ao que Gadamer chamou de “incapacidade para o diálogo”, o artigo procura indagar se os espaços virtuais constituem um verdadeiro obstáculo para uma cultura da tolerância. Conclui-se que a presente cultura digital cria possibilidades paradoxais que, por um lado, induzem a comportamentos individualistas e autocentrados que comprometem a alteridade e dificultam a arte do diálogo, ao passo que também emergem daí novas formas de comunicação que ampliam o potencial dialógico entre sujeitos devido ao caráter eminentemente interativo das mídias digitais pós-massivas. Diante dessa realidade conflituosa faz-se necessário indagar por uma hermenêutica do ciberdiálogo que expanda a arte do diálogo hermenêutico para o ciberespaço.


Palavras-chave


Diálogo hermenêutico; Cultura digital; Hans-Georg Gadamer.

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/if.2019v10n2.p113-126

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Investigação Filosófica

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.