O problema da filosofia política

Luiz Maurício Bentim da Rocha Menezes

Resumo


A proposta desse trabalho é apresentar alguns dos dilemas contemporâneos a serem enfrentados dentro do campo da filosofia política. Não mais se concentrando apenas em um conceito de bem e em uma busca por uma sociedade melhor ideal, a filosofia política deve sair de seus pressupostos eurocêntricos para confrontar o problema da alteridade e da multiplicidade existente no mundo multipolar. A geopolítica que se configura nos tempos atuais não comporta mais a ruptura imposta pelo pensamento bipolar ocidental, mas exige o enfrentamento da diferença existente nos novos pressupostos que se impõem. É preciso, portanto, uma reconfiguração de mundo, que deve partir não somente da ação, mas de um pensamento formador capaz de comportar a mudança que nos é imposta. Para concretizar esse trabalho iremos utilizar o pensamento de autores que pensam o problema da alteridade e os novos conceitos de modernidade, como os professores Edward Said e Bruno Latour.


Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/if.2019v10n1.p141-152

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Investigação Filosófica

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.