O culto a Wagner

Sidnei de Oliveira

Resumo


Quanto ao processo de tradução de um texto, neste caso traduzido do alemão para o português, é importante ressaltar o conhecimento do tema abordado, bem como a figura do autor e a teoria ou o pensamento desenvolvido para a sua época, uma vez que muitos vocábulos utilizados em uma determinada língua não possuem tradução real sobre o seu significado na língua portuguesa. Logo, o tradutor tem como artifícios a seu favor no trabalho de tradução, não apenas o conhecimento da língua, mas a importância que o autor e sua obra teve na época que foi redigido o texto ou postumamente. Algumas palavras deixam de ser utilizada ou substituídas por outras com o decorrer de anos, décadas e séculos. Isso é perceptível, por exemplo, quando nos deparamos com textos antigos, no caso de Hanslick, importante escritor e crítico de estética pertencente ao século XIX. As alterações não são apenas por questões de revisões ortográficas, mas também por tópicos relacionados à própria cultura que a língua amalgama conforme a prática e a vivência do cotidiano dessa mesma cultura. Outro exemplo para melhor compreensão se dá em pensamentos e teorias filosóficas, a saber, termos específicos de uma determinada filosofia, pois um mesmo vocábulos possui outro conceito quando é desenvolvido em uma concepção filosófica e teoria discrepante de um pensador para outro pensador. Estes são apenas alguns dos impasses que o tradutor convive durante o trabalho de tradução.

Palavras-chave


Filosofia; Música. Interlocução; Subjetividade; Crítica

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/if.2019v10n1.p165-172

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Investigação Filosófica

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.