A ENCANTARIA DO CORPO NOS PROCESSOS DE CRIAÇÃO EM DANÇA IMANENTE

Luiza Monteiro e Souza

Resumo


Este artigo é parte da pesquisa de doutoramento intitulada A dança imanente como encantaria do corpo[1]. Objetiva-se refletir acerca do corpo em processo de criação em dança por meio do encontro da noção de encantarias (Loureiro, 2015) com a dança imanente (Mendes, 2010). No estudo aqui apresentado, o dialogo das encantarias com a dança imanente concebem a noção de encantaria do corpo como dimensão poética do corpo, na qual o criador realiza movimentos de imergir e emergir como mergulhos particulares intrinsecos ao processo criativo.

Palavras-chave: dança imanente, encantarias, corpo, processo de criação

 


Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/iaca.2020v3n2.p97-110

Direitos autorais 2020 IAÇÁ: Artes da Cena

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.