REFLEXÕES SOBRE AS OBRAS ALICERCE DAS VERTIGENS E ISTO É UM NEGRO?: Processos de descolonização e re-existência

Rodrigo Desider Fischer, Roberta Kumasaka Matsumoto

Resumo


A partir da análise das obras Alicerce das Vertigens (República do Congo), dirigido por Dieudonné Niangouna e Isto é um Negro? (Brasil), dirigida por Tarina Quelho, com o Grupo E quem é gosta?, ambas apresentadas na Mostra Internacional de Teatro de São Paulo - MITsp, edição 2019, o artigo objetiva refletir sobre noções de composição cênica que questionem diversas instâncias sobre a ideia de colonialidade. O intuito de refletir sobre processos de descolonização no âmbito teatral é também para pensar novos modos de re-existência



Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2020 IAÇÁ: Artes da Cena

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.