POLÍTICA, RELIGIÃO E GÊNERO: ensaio sobre a construção das relações de gênero em La cisma de Inglaterra de Calderón de la Barca.

Matheus Vargas de Souza

Resumo


Este artigo tem por objetivo propor uma leitura da peça La cisma de Inglaterra, de Pedro Calderón de la Barca, com o olhar voltado para os estudos de gênero. Através de uma leitura minuciosa do texto de Calderón e com o apoio teórico de Joan Scott e Judith Butler, esperamos ao final do artigo demonstrar que a tragédia do Siglo de Oro espanhol apresenta um projeto claro de enaltecimento do reino espanhol e da fé católica tendo nas construções das relações de gênero e dos ideias de mulher boa e mulher má uma ferramenta indispensável. Procuramos demonstrar também que, como parte do processo de criação de ficções culturais, dentro do raciocínio de Butler, Calderón elabora barreiras limitadoras do gênero para a sociedade espanhola do século XVII.



Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/iaca.2019v2n2.p133-147

Direitos autorais 2019 IAÇÁ: Artes da Cena

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.