DIFICULDADES DE ESCOLARIZAÇÃO NA COORDENADORIA PRISIONAL FEMININO/IAPEN/AP

Edmar dos Reis Saraiva, Josiane Pantoja Ferreira

Resumo


O presente estudo foi realizado na Coordenadoria da Penitenciária Feminina/IAPEN/AP. Esse artigo tem como escopo confrontar a realidade vivenciada pelas presas no ambiente escolar prisional e o discurso oficial representado pelo conjunto de leis e regulamentos acerca da escolarização. Para dá voz as reivindicações inauditas das mulheres encarceradas, foram aplicados questionários as mulheres privadas de liberdade que estudam. Através da revisão de literatura e da aplicação dos questionários, foi possível constatar alguns dos empecilhos no processo de escolarização das mulheres presas. Para finalizar, ressalta-se a importância de compreender o ambiente escolar da prisão, como um ambiente, propicio a potencializar ações de reintegração social, porém é fundamental que os direitos sejam efetivados, ou seja, sair da retórica para ação.


Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/iaca.2019v2n2.p89-98

Direitos autorais 2019 IAÇÁ: Artes da Cena

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.