ENSINO DE ARTE NO CAMPO DE AÇÃO DA ESTÉTICA RELACIONAL

Francisco Herbert Rolim de Sousa

Resumo


Este breve estudo procura trazer à tona questões ligadas ao ato de interatuar do artista/professor/pesquisador (IRWIN, 2008; ALMEIDA, 2009) no campo do ensino de Arte, isto é, lançar um olhar prático-reflexivo (PIMENTA, 2005) para ações pedagógicas expandidas (SOUSA, 2013; THISTLEWOOD, 1990) em consonância com a arte contemporânea, no que alcança o sentido de arte pública hoje (DIAS, 2007), de natureza estético-relacional (BOURRIAUD, 2009) e seus efeitos na educação (MORIN, 2010). O objetivo é expor, por meio desta conjunção, ensino de Arte e estética relacional, uma possível epistemologia da prática que a reafirme como ação pedagógica e teoria crítica da educação (SAVIANI, 2004). E em suas especificidades, enquanto tal, espera aproximar troca de saberes, experimentações sociais e consciências dos modos de produção.


Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/iaca.2018v1n1.p33-45

Direitos autorais 2018 Iaçá: Artes da Cena

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.