Walter Rodney: Movimento Negro e Socialismo no Caribe nos anos 60

Iuri Cavlak

Resumo


Walter Rodney, nascido em 1942 na então Guiana Inglesa e morto em 1980, na já independente Guiana, foi um dos principais historiadores de sua geração. Em 1968, após participar de um encontro de escritores negros, teve sua entrada proibida na Jamaica, onde lecionava então. Protestos populares ocorreram na capital contra esse banimento. Naquele contexto, os discursos de Rodney foram compilados num livro, Groundings With My Brothers, ainda sem tradução para o português. Minha hipótese é que, nesse conjunto de intervenções, Rodney problematizou questões chaves ainda nossas contemporâneas, como o caráter do movimento negro, seu potencial anticapitalista, sua articulação com o socialismo, o papel da História da Ãfrica para o Caribe e o lugar do intelectual negro na universidade e na cultura em geral. O objetivo deste artigo é refletir sobre esses temas, através de uma contextualização do tempo e espaço que Rodney estava inserido e posteriormente com uma análise pormenorizada de passagens de Groundings With My Brothers. 

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18468/fronteiras.2022v9n1.p%25p

Direitos autorais 2023 Fronteiras & Debates

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.