Desdemocracia: uma conexão moral, econômica e política através da educação

Amanda André Mendonça, Fernanda Pereira Moura

Resumo


Diante de um cenário de retiradas de direitos e de ataques as chamadas minorias políticas, o campo educacional vem se destacando como uma das arenas principais onde tais ataques são realizados. O país passou de um breve momento de crescimento das políticas públicas para estes segmentos, especialmente vida educação, para outro de total perseguição a ideia de políticas educacionais que incluam a temática da diversidade, gênero e sexualidade. Buscamos com este artigo trazer elementos que possam ajudar a compreender esta mudança de cenário. Acreditamos que tal mudança está relacionada a uma vinculação entre a dimensão moral e econômica, onde a primeira, mobiliza através do medo mudanças de caráter antidemocráticas nos demais campos, conformando um quadro de desdemocracia.  Assim, procuramos com este texto resgatar o breve percurso das políticas públicas educacionais que incluíam as temáticas de gênero e sexualidade, apontando para agentes e conformação de cenários que nos permitem hoje analisar a conexão entre conservadorismos, a mobilização de públicos e a ascensão de projetos autoritários.  Para isso, analisamos projetos de lei, discursos e documentos disponíveis na internet.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2020 Fronteiras & Debates

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.