As teorias conspiratórias nos Estados Unidos: do Citzens Councils e da JBS a Donald Trump

Marco Aurélio Dias de Souza, Ariel Finguerut

Resumo


Este artigo discute duas organizações políticas dos EUA da década de 1950/1960, o Citizens Councils (CCs) e a The John Birch Society (JBS). Nossa proposta é entender como a retórica "populista" / "americanista" historicamente se disseminou e se propagou chegando ao presente com Donald Trump, entendendo-o como um fenômeno contemporâneo cujo governo - no primeiro mandato - apoia de forma velada e com retórica confusa, as vezes apoiando supremacistas raciais, defendendo ideias nostálgicas e propagando cotidianamente teorias conspiratórias. Para além da retorica, Trump adota teses populistas propõe leis mais rígidas anti-imigração, políticas anti-refugiados e restrições aos requerentes de asilo, além de propõe acelerar a construção do muro na fronteira mexicana.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2020 Fronteiras & Debates

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.