Nicolau Maquiavel: a ação tumultuária na origem da liberdade

Márcia Gomes Fernandes

Resumo


O objetivo do presente artigo é demonstrar que Nicolau Maquiavel, em sua obra Comentários sobre a Primeira Década de Tito Lívio “Discorsi”, promoveu um rompimento com a intelectualidade do medievo ao defender que os “tumultos” são um mal necessário para a conquista da liberdade. Segundo Maquiavel, o instrumento necessário para que isso ocorra é a existência de boas leis, que regulem os conflitos sociais para que esses não se desviem dos interesses coletivos.

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/fronteiras.2018v5n2.p67-78

Direitos autorais 2019 Fronteiras & Debates

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.