A cultura infantil ribeirinha: o brincar e os brinquedos no cotidiano da comunidade de Arraiol/ Bailique-AP

Priscilla Pantoja do Nascimento Brandão, Ângela do Céu Ubaiara Brito

Resumo


O trabalho discute o brincar ribeirinho por meio das práticas culturais das crianças que habitam na comunidade de Arraiol/Arquipélago do Bailique-AP, que contempla os elementos materiais e imateriais presentes no cotidiano deste grupo. Trata-se de investigar: como é constituída a cultura infantil que as crianças de Arraiol vivenciam e inventam? Objetiva-se compreender a contribuição do brincar como mediação da cultura infantil ribeirinha por meio da análise do seu cotidiano, identificando sentidos, significados, peculiaridades, que constituem parte do patrimônio cultural para a identidade da comunidade. A metodologia se fundamenta no paradigma qualitativo, no uso da técnica denominada História Oral, que analisa o contexto por intermédio das narrativas dos sujeitos, para compreender os fenômenos sociais em foco por meio das narrativas, mas não somente as vozes, também os gestos, risos, expressões faciais, entre outros, subsidiado nas vivências e registros orais e fotográficos. Utilizou-se no tratamento dos dados a Análise de Conteúdo que consiste em compreender o material que envolve o brincar e as culturas infantis ribeirinhas de Arraiol. Os dados parciais demonstram que o brincar da terra se faz presente no cotidiano da comunidade. Também apresentam índices de que os jogos, brinquedos e brincadeiras tradicionais dos ribeirinhos sofrem modificações ao longo do tempo, mas ainda são formas de mediar o processo de aprendizagem e desenvolvimento da criança por meio das culturas infantis, as quais são características da comunidade ribeirinha que permeia ações através de artefatos sociais e culturais.

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/fronteiras.2018v5n1.p119-136

Direitos autorais 2018 Fronteiras & Debates

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.