“Apesar de você, amanhã há de ser outro dia”? a oposição à ditadura militar em livros didáticos de História

Mauro Cezar Coelho, Jefferson Pleres Ribeiro e Silva

Resumo


o presente artigo concorre para os estudos sobre a narrativa didática, por meio da análise de conteúdos relativos à ditadura militar, em livros didáticos do Ensino Fundamental, publicados entre os anos 1993 e 2013. Nosso objetivo foi perceber a relação entre o saber veiculado por eles e a produção historiográfica recente, relativa à temática da ditadura. Verificamos que, a despeito dos avanços vividos pela produção didática, desde a introdução dos processos de avaliação, as narrativas didáticas dedicam pouco espaço aos homens e mulheres que se opuseram ao regime. Argumentamos que a distância que as narrativas guardam em relação à produção historiográfica é um indício importante a justificar esse silêncio.

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/fronteiras.2017v4n2.p153-177

Direitos autorais 2018 Fronteiras & Debates

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.