Conhecimento histórico escolar e narrativas audiovisuais: ampliação de argumentos nas fronteiras entre “história real” e ficção

Patrícia Teixeira de Sá

Resumo


O artigo aborda a construção do conhecimento histórico escolar em uma escola pública da rede municipal de ensino do Rio de Janeiro. Foram realizadas audiogravações e transcrições de aulas em três turmas de 9º ano do Ensino Fundamental. Focalizamos, nesse texto, movimentos do circuito didático que se estabeleceu a partir da exibição e debate do filme “Guerra de Canudos”. Concluímos que a proposta de aula dialogada, com análise de narrativa fílmica, possibilitou a ampliação e diversificação de argumentos na construção do conhecimento histórico escolar por parte dos estudantes, movimentos que podem ser considerados importantes para fazer frente à concepção de história escolar como narrativa unidirecional e sem ambiguidade.

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/fronteiras.2017v4n2.p133-151

Direitos autorais 2018 Fronteiras & Debates

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.