A praça de Belém e as relações com os negociantes das vilas do interior (1790-1810)

Siméia de Nazaré Lopes

Resumo


A proposta do artigo é discutir como se estruturou o circuito mercantil em que Belém se apresentava como eixo de ligação entre as vilas do interior do Estado do Grão-Pará e as capitanias de Mato Grosso e Goiás, entre as décadas de 1790-1810. Também será investigada a configuração de uma comunidade mercantil e o estabelecimento de redes comerciais. Com base em documentação notarial, foi possível perceber como essas relações comerciais estavam articuladas

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 1969 Fronteiras & Debates

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.