HIV na gestação

Rafael Cleison Silva dos Santos, Maria Josiane Aguiar de Souza

Resumo


A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida é a infecção, pelo vírus chamado HIV, do sistema imunológico com destruição dos linfócitos T CD4+ e associada a três vias principais de transmissão: sexual, sanguínea e vertical. Este trabalho tem como objetivo realizar uma revisão integrativa da literatura sobre gestantes sororeagentes para o HIV. Trata-se de uma pesquisa descritiva, que utilizou o método de Revisão Integrativa da Literatura. Os dados foram adquiridos através da seleção de artigos da literatura nacional indexados nas bases de dados LILACS e BDENF no período entre 2005 a 2010. Após o levantamento dos artigos a amostra final foi composta por cinco estudos que atenderam aos critérios de inclusão. É consenso por parte dos autores estudados que o diagnóstico da infecção pelo HIV no início da gestação possibilita o melhor controle da infecção materna, e, consequentemente, os melhores resultados da profilaxia da transmissão vertical desse vírus. Entretanto, é necessário que o teste anti-HIV seja oferecido a todas as gestantes no início de seu pré-natal. Conclui-se que o risco de transmissão vertical da doença ainda é elevado nas gestantes que não receberam a terapia anti-retroviral durante o pré-natal ou não a realizaram no momento do trabalho de parto e parto.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2014 Estação Científica (UNIFAP)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.