Educação de Jovens e Adultos: estudo exploratório do conceito de insetos

Amauri Bartoszeck, Flavio Kulevicz Bartoszeck

Resumo


O presente estudo exploratório relata qual o conceito que o termo "inseto" possa ter para alunos de Ciências Naturais na educação de jovens e adultos (EJA), levado a efeito em escola urbana na cidade de Curitiba, PR-Brasil. Foram coletados 66 desenhos de alunos na faixa etária média de 34,2 anos (ensino fundamental, Ciências) e 32,37 anos (ensino médio, Biologia) respectivamente. Os instrumentos de coleta de dados foram desenhos, para eliciar o modelo mental via modelo expresso e entrevista semiestruturada. Os desenhos obtidos foram avaliados sob a lente da perspectiva de Luquet (1927/1979) (realismo intelectual) mediante o auxilio de quadro de níveis de complexidade morfológica do inseto criado pelos autores, após análise dos desenhos. Poucos desenhos alcançaram níveis elevados na escala de características de inseto, e alguns alunos identificaram outros organismos como insetos e fizeram representações antropomórficas nos desenhos dos insetos. Na entrevista, 10 alunos selecionados em função do critério de alta, média, baixa habilidades, lembraram espontaneamente 16 insetos de diferentes espécies, mas também 3 organismos de outras classes, bem como  determinadas fontes deste conhecimento, predominando filmes de TV e ao vivo encapsulados na forma de narrativas contribuindo para o modelo mental de insetos e habitats


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2012 Estação Científica (UNIFAP)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.