Conhecimento dos farmacêuticos atuantes em drogarias e farmácias sobre a prescrição farmacêutica na cidade de Mineiros-Goiás

Rafaella Ferreira Coelho, Fabio Bahls Machado

Resumo


O farmacêutico é o profissional que tem competência para realizar a dispensação de medicamentos, a partir da prescrição e de outros serviços prestados. Neste sentido o objetivo do trabalho foi verificar o conhecimento dos farmacêuticos referente a prescrição farmacêutica. Foram visitadas um total de 31 drogarias e 4 farmácias de manipulação da cidade de Mineiros-Goiás no período de 25 de julho a 15 de agosto de 2017, sendo que destas somente 17 profissionais participaram. A partir da coleta de dados nota-se que em 42,86% dos estabelecimentos visitados os profissionais se encontraram ausentes. A principal causa de não se especializar em prescrição farmacêutica e/ou farmácia clínica com 35,29%, é a falta de tempo. Nota-se que 76,47% dos profissionais se consideram habilitados a realizar a prescrição, sendo que somente 23,52% desses possuem especialização em prescrição farmacêutica e/ou farmácia clínica. Conclui-se que é notável a ausência de um número significativo de profissionais nos estabelecimentos farmacêuticos, bem como a incoerência referente a estes presumirem estarem habilitados a exercerem a prescrição, dado que apesar de um número considerável de profissionais demonstrarem conhecimento com relação RDC do CFF 586/2013, somente uma minoria tem uma base preparatória propícia por meio de especialização em prescrição farmacêutica e/ou farmácia clínica.


Palavras-chave


Atenção Farmacêutica; Semiologia; Medicamentos.

Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2018 Estação Científica (UNIFAP)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.