Uma revisão de literatura sobre o neoinstitucionalismo e a avaliação do desempenho de instituições sociais

Roberto de Sousa Miranda

Resumo


A avaliação do desempenho de instituições sociais informais, formais, públicas e privadas vem sendo realizado constantemente, em muitos casos de modo pouco criterioso. A fim de contribuir para o aprimoramento teórico e metodológico desse campo de pesquisa, se propõe uma revisão da literatura que trata do neoinstitucionalismo, abordagem que resgata os estudos das instituições nas ciências sociais. O esforço de problematização da dinâmica institucional parte da discussão das abordagens institucionais, as velhas e as novas, e uma abordagem comportamental, a teoria da escolha racional, fazendo as críticas pertinentes e, assim, marcando posições e apresentando as estratégias teóricas e metodológicas que possibilitam a análise do desempenho das instituições sociais. As instituições exercem um papel importantíssimo em nossa vida cotidiana, nas relações: entre familiares e amigos, que têm a reciprocidade como aspecto preponderante; com o mercado, que são orientadas pela formalização de contratos; e, especialmente, com o Estado, que elabora os principais arranjos institucionais voltados para a regulação e regulamentação de vários espectros da sociedade. 


Palavras-chave


Instituições Sociais; Neoinstitucionalismo; Desempenho Institucional

Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/estcien.2017v7n2.p59-75

Direitos autorais 2017 Estação Científica (UNIFAP)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.