Alfabetização científica: reflexões sobre as possibilidades para o enfrentamento dos desastres naturais no município de Blumenau/SC

Raquellen Milbratz, Melissa Probst

Resumo


O presente artigo traz uma reflexão sobre a importância da temática “desastres naturais” e sua relação com o ensino de ciências. Com o propósito de aprofundar o tema, analisam-se as produções teóricas e os modos como estas conceituam a alfabetização científica buscando relacionar esses conceitos com o exercício da prática docente, na rede municipal de ensino do município de Blumenau/SC. O estudo caracteriza-se como qualitativo, sendo realizado a partir de revisão de literatura. Percebe-se, segundo Lenzi (2013), Oliveira (2012) e Faht (2011) que o tema “desastres naturais” nas escolas blumenauenses do ensino fundamental é considerado um produto educacional. No entanto, a temática não está voltada à formação de indivíduos capazes de reivindicar mudanças à minimização dessa problemática. Tomando-se como premissa a pouca efetividade das ações governamentais, bem como a pouca efetividade do modo como os desastres naturais são tratados na escola, evidencia-se, nesse texto, a importância de um ensino de ciências voltado à alfabetização científica como possibilidade para enfrentar as causas e consequências dos desastres naturais frequentes no município.


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2016 Estação Científica (UNIFAP)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.