Análise de fatores prognósticos relacionados à sobrevida de crianças portadoras de meduloblastoma

Bruna Lorena de Jesus Martins, Camila Faria Corrêa, Mical de Melo Peres

Resumo


O meduloblastoma é o câncer no sistema nervoso central mais frequente em pediatria, apresentando significativa mortalidade e morbidade. Esta neoplasia progrediu expressivamente nos últimos anos em termos de sobrevida, alcançando taxas de 70%. Apesar dos avanços nas taxas de sobrevida para alguns pacientes, para outros, considerados de alto risco, essas taxas ainda são muito pequenas. Contudo, este estudo tem por objetivo identificar e analisar na literatura existente os fatores prognósticos que mais afetam a sobrevida de crianças portadoras de MBs. Para tanto, foi realizada uma busca não-sistemática da literatura por meio de consulta aos indexadores de pesquisa nas bases de dados eletrônicos especializados. Concluiu-se que os fatores prognósticos que mais influenciam na sobrevida destes pacientes foram ressecção cirúrgica, idade e disseminação da doença.

 


Texto completo:

PDF Português


Direitos autorais 2011 Estação Científica (UNIFAP)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.