Análise fitoquímica da espécie Phyllanthus niruri L. (quebra-pedra)

Ana Carolina de Almeida do Rosário, Sheylla Susan Moreira da Silva de Almeida

Resumo


As plantas medicinais possuem propriedades bioativas que ajudam no tratamento de doenças devido ao seu princípio ativo. Esta pesquisa buscou obtenção da análise fitoquímica da espécie Phyllanthus niruri L., conhecida popularmente como quebra-pedra e de uso medicinal popular em forma de chá para tratamento de cálculos renais, infecções intestinais e como anti-inflamatório. Após passar por processo de maceração, se obteve 0,422 g de extrato bruto, e a partir deste, realizou-se as análises dos principais metabólitos secundários. Após este procedimento foram identificados cinco constituintes químicos: esteroides e triterpenoides, alcaloides, depsídeos e depsidonas, açúcares redutores e antraquinonas. Relacionaram-se os mecanismos de ação obtidos na literatura dos metabólitos, com as atividades alegadas pela população da espécie em estudo. Assim, como a descoberta segundo a literatura da ação dos esteroides, como por exemplos, os heterosídeos cardioativos no tratamento de insuficiência cardíaca congestiva.



Texto completo:

PDF Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18468/estcien.2016v6n1.p35-41

Direitos autorais 2016 Estação Científica (UNIFAP)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.