DISTRIBUIÇÃO DE ORQUÍDEAS E BROMÉLIAS NO OESTE DE SANTA CATARINA, SUL DO BRASIL

Cleiton José Geuster, Mario Arthur Favretto

Resumo


O presente trabalho foi realizado por meio de amostragens em diversos fragmentos florestais localizados em 19 municípios do oeste de Santa Catarina, nos quais foram realizadas buscas por Orchidaceae e Bromeliaceae, tendo por objetivo realizar um levantamento das espécies destas duas famílias nestes municípios. Ao todo foram encontradas 95 espécies de orquídeas e 19 espécies de bromélias, sendo que a maior diversidade destas epífitas foi encontrada em matas ciliares, provavelmente devido à maior umidade do ar nestes ambientes, o que facilita a sobrevivência destas plantas. A maioria das espécies de bromélias, além de florescerem, também foram polinizadas, enquanto que, as orquídeas em geral não foram polinizadas. Esta observação podendo ser um indicativo de que o ambiente pode estar degradado e que estas plantas não possuem mais seus polinizadores, estando fadadas à extinção local.

Palavras-chave: Bromeliaceae, Orchidaceae, Santa Catarina, riqueza de espécies.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n4p52-59

Direitos autorais 2014 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.