INSETOS AQUÁTICOS EM UM LAGO ARTIFICIAL NO SUL DO BRASIL

Mario Arthur Favretto, Elton Orlandin, Emili Bortolon dos Santos, Monica Piovesan

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo caracterizar a entomofauna aquática em um lago artificial no perímetro urbano no município de Joaçaba, estado de Santa Catarina, sul do Brasil. As coletas foram realizadas nos meses de agosto, outubro, novembro e dezembro de 2013, durante o período matutino com auxílio de rede entomológica. No total foram coletados 300 exemplares divididos em cinco ordens. Odonata foi a ordem mais abundante, tendo sido representada por Coenagrionidae, Lestidae e Aeshnidae. Ainda Hemiptera foi representada por Notonectidae, Belostomatidae, Nepidae, Gerridae, Mesovellidae e Corixidae e Ephemeroptera com Baetidae. Quanto aos grupos tróficos funcionais, 85% das espécies foram de predadores, 10% de fragmentadores/coletores e 5% de coletores.

Palavras-chave: Entomofauna aquática, Hemiptera, Odonata, Sul do Brasil.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n2p113-116

Direitos autorais 2014 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.