APLICAÇÃO DE SISTEMAS DE AVALIAÇÃO DA APTIDÃO AGRÍCOLA DAS TERRAS EM SOLOS DO ESTADO DO ACRE, AMAZÔNIA

Elaine Almeida Delarmelinda, Paulo Guilherme Salvador Wadt, Lúcia Helena Cunha Anjos, Carmem Sueze Miranda Masutti, Ênio Fraga da Silva, Marlen Barros e Silva, Ricardo Marques Coelho, Lucielio Manoel da Silva, Sérgio Hideiti Shimizu, Wanderson Henrique do Couto

Resumo


Os métodos de avaliação da aptidão agrícola tem como objetivo orientar o uso adequado das terras, porém seus resultados apresentam elevado grau de subjetividade devido a serem dependentes da experiência do usuário. Neste trabalho objetivou-se avaliar o uso de um algoritmo para interpretação de propriedades do solo e características da paisagem e compará-lo com a interpretação obtida por um grupo controle, constituído por seis especialistas. Foram utilizadas amostras de solo coletadas por tradagem ao lado dos perfis pedológicos da IX Reunião Brasileira de Correlação e Classificação de Solos, de modo a obter os dados de entrada do algoritmo, enquanto os avaliadores utilizaram os dados físicos, químicos e morfológicos dos perfis pedológicos. A avaliação do grupo controle não identificou as potencialidades para o uso dos solos na Amazônia de forma consistente, enquanto, o algoritmo mostrou-se promissor na avaliação da aptidão para Latossolo, Argissolos, Vertissolos e Luvissolo, no entanto, ainda requer revisões em algumas regras de interpretação para uma avaliação mais coerente da aptidão, principalmente, para o Espodossolo.

Palavras-chave: serviços ambientais, uso da terra, planejamento agrícola.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n2p87-95

Direitos autorais 2014 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.