ASPECTOS BIOLÓGICOS DAS PRINCIPAIS AMEBAS DE VIDA-LIVRE DE IMPORTÂNCIA MÉDICA

Paulo Henrique Matayoshi Calixto, Fabio Rodrigues Trindade, Arnaldo José Ballarini, Cláudio Alberto Gellis de Mattos Dias, Carlos Eduardo Costa Campos, Júlio César Sá-Oliveira

Resumo


O objetivo desta revisão é de compilar informações sobre os principais aspectos das amebas de vida-livre (AVL). Para tal, foram consultados artigos depositados no PubMed, entre os anos de 1947 a 2014. As AVL são protozoários amplamente distribuídos no ambiente. Apesar de não serem considerados parasitos clássicos, tais como o Trypanosoma cruzi, as AVL são responsáveis por infecções oportunistas e não oportunistas em seres humanos e animais. Entre todas as AVL, apenas três gêneros são conhecidamente capazes de infectar o homem e outros animais, são eles Balamuthia, Naegleria e Acanthamoeba. Felizmente, as infecções por AVL são extremamente raras. Espécies desses gêneros são responsáveis por infecções fatais, tais como: i) Acanthamoeba causa a encefalite amebiana granulomatosa (EAG), além de causar ceratites e infecções de pele, rins e pulmões; ii) Balamuthia mandrillaris também provoca o mesmo tipo de encefalite; iii) Naegleria fowleri é o agente etiológico da meningoencefalite amebiana primária (MAP).

Palavras-chave: Amebas de vida-livre; Balamuthia mandrillaris; Naegleria fowleri; Acanthamoeba spp.; encefalite amebiana.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n2p124-129

Direitos autorais 2014 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.