ESTRUTURA POPULACIONAL E PADRÃO DE DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DE Pouteria cladantha Sandwith EM UMA FLORESTAS SOB REGIME DE MANEJO SUSTENTÁVEL, PARÁ

Diego dos Santos Vieira, João Ricardo Vasconcellos Gama, Dárlison Fernandes Carvalho de Andrade

Resumo


Objetivou-se analisar a estrutura e distribuição espacial de uma população de Pouteria cladantha Sandwith (Sapotaceae), assim como a influência da colheita florestal sobre a regeneração natural e estrato adulto. Utilizou-se amostragem em conglomerados, com 37 unidades amostrais, constituída por quatro subunidades (parcelas) de 250 m² (5 m x 50 m) cada. No estrato arbóreo considerou-se todos os indivíduos com DAP ≥ 10 cm e para regeneração natural os indivíduos com Ht ≥ 5 cm até DAP < 5. No período de oito meses após a colheita florestal a abundância da regeneração natural apresentou reduções significativas (p<0,05) de 55,2%, enquanto que o estrato adulto apresentou um aumento de 2,2 ind.ha-1, porém, não significativo. A distribuição dos indivíduos em classes de diâmetro e tamanho antes e após a exploração mostrou tendência ao “J invertido”. De modo geral, a população apresentou padrão de distribuição aleatório, no entanto, quando analisando separadamente, o estrato adulto apresentou mudança do padrão aleatório para o agregado, enquanto que, a regeneração apresentou o padrão aleatório mesmo após a colheita.

Palavras chaves: distribuição diamétrica, regeneração natural, manejo florestal, Amazônia.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n3p42-47

Direitos autorais 2014 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.