COMPOSIÇÃO E DENSIDADE DO BANCO DE SEMENTES EM UMA FLORESTA DE VÁRZEA, ILHA DO COMBU, BELÉM-PA, BRASIL

Arthur Viana Lau, Augusto Gonçalves Jardim

Resumo


Este estudo teve como objetivo caracterizar a composição e densidade do banco de sementes de um trecho de floresta de várzea localizada na Área de Proteção Ambiental (APA) Ilha do Combu, no município de Belém, PA, Brasil. Foram alocadas sistematicamente 6 parcelas de 20 x 20m em três áreas da floresta distante 100m uma da outra perfazendo um total de 0,24ha. Em cada parcela foi utilizado um gabarito de madeira medindo 50 x 50 cm para a padronização e coleta de 20 amostras do banco de sementes do solo a 20 cm de profundidade desprezando-se a serapilheira. As 120 amostras foram depositadas em sacos plásticos de 30 litros e transportadas para o Horto Botânico localizado no campus de pesquisa do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG). As amostras foram distribuídas em recipientes plásticos medindo 36 cm x 5 cm de profundidade em um viveiro suspenso com sombrite a 50%. O experimento foi conduzido de maio a agosto de 2013 com a quantificação das plântulas a partir de 10 cm de altura e identificadas em nível de família, gênero, espécie e calculada a densidade média de plântulas. Para comparar a diversidade de espécies foram utilizados o índice de diversidade de Shannon-Wiener (H') e o índice de similaridade de Sorensen (S). Foram registradas 26 famílias, 38 gêneros e 41 espécies. As famílias mais representativas foram Poaceae, Asteraceae e Cyperaceae com quatro espécies cada e as espécies com maiores densidades foram Polybotrya caudata Kunze, Cecropia palmata Willd., Cyperus difformis L., Alternanthera tenella, Clidemia hirta (L.) D. Don, Commelina erecta L. e Phyllanthus niruri L. A forma de crescimento herbácea foi dominante em todas as áreas. Foi registrado o índice de H'=0,86 nat-3ind para a área 1; H'=1,91 nats-3ind para a área 2 e H'=1,35 nats-3ind para a área 3 e a similaridade de S'=0,50 para a área 1; S'=0,48 para a área 2 e S'=0,50 para a área 3. A composição florística do banco de sementes foi superior aos registrados em outras florestas de várzea e não correspondente as famílias e espécies comumente registradas no estrato superior. A dominância de espécies herbáceas caracteriza uma possível perturbação natural ou antrópica na área e de Polybotrya caudata pelo fato de adaptar-se aos ambientes sombreados e úmidos.

Palavras-chave: banco de plântulas, forma de vida, Amazônia.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v4n3p5-14

Direitos autorais 2014 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.