O USO DA ANÁLISE DE RISCO NO ESTUDO DA VIABILIDADE ECONÔMICA E COMPENSAÇÃO POR CRÉDITOS DE CARBONO EM SISTEMA DE AGRICULTURA FAMILIAR

Wander da Conceição Silva, Alan Cavalcanti da Cunha

Resumo


O objetivo da investigação foi analisar a viabilidade econômica e estimar a compensação por créditos de carbono do custo de oportunidade de sistema de uso da terra em área de floresta destinada à agricultura familiar. Desta forma, foi utilizado o sistema de modelagem @RISK como ferramenta para executar uma série de análises de risco por meio da simulação de Monte Carlo (SMC) que permite rastrear potenciais cenários futuros. O método se baseia em informações das probabilidades e riscos associados a cada cenário em situações de incerteza. O modelo foi aplicado ao sistema de cultivo e extração de açaí para produção de frutos em áreas de várzea. Os resultados indicaram que o sistema avaliado apresentou viabilidade econômica, excelente rentabilidade e baixo risco. No cálculo foram consideradas as florestas naturais não destinadas à área de preservação permanente (APP) ou reserva legal (RL) utilizadas pela agricultura e empreendimentos familiares no município de Mazagão, Estado do Amapá. Estas áreas podem ser mantidas em pé através de incentivos econômicos aos proprietários, em que o pagamento por serviços ambientais (PSA), inclusive na modalidade redução de emissões por desmatamento e degradação (REDD+), assume um papel importante quanto às emissões evitadas e conservação da biodiversidade.

Palavras-chave: Simulação Monte Carlo, REDD+, pagamento por serviços ambientais, uso da terra, várzea.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v3n2p101-115

Direitos autorais 2013 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.