PERCEPÇÃO AMBIENTAL E ARBORIZAÇÃO URBANA EM MACAPÁ, AMAPÁ

Hugo Santos de Castro, Teresa Cristina Albuquerque de Castro Dias

Resumo


A percepção ambiental abrange a compreensão das inter-relações entre o meio ambiente e os atores sociais e objetiva investigar a maneira como o homem enxerga, interpreta, convive e se adapta à realidade do meio em que vive. O presente trabalho tem como objetivo avaliar o grau de conscientização dos moradores de Macapá com relação à arborização urbana, através do estudo de percepção ambiental. A metodologia para a pesquisa consistiu na aplicação de questionário, com o intuito de detectar os anseios e opiniões dos moradores quanto a arborização da cidade. Estabeleceu-se a aplicação do material de campo nos bairros mais antigos e mais recentes de cada setor da cidade, perfazendo um total de 550entrevistados. Os resultados mostraram que há uma enorme carência quanto ao planejamento da arborização urbana na cidade. Em geral, a maioria dos pesquisados, manifestou desejo para a realização de novos plantios e mostraram-se disponíveis para participar de campanhas, entretanto, as espécies mais solicitadas, são tradicionalmente, as que já vêm sendo utilizadas:mangueiras (Mangifera indica L.) e jambeiros(Sysygium malaccense L.). É necessária a realização de ações pelo poder público promovendo campanhas educativas e que proporcionem o plantio de espécies arbóreas adequadas incentivando a participação dos munícipes neste processo.

Palavras-chave: Árvore, Educação ambiental, Políticas públicas.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v3n3p34-44

Direitos autorais 2013 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.