FLORÍSTICA E ESTRUTURA DA COMUNIDADE ARBÓREA EM UMA FLORESTA DE VÁRZEA NA ÁREA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL, ILHA DO COMBU, BELÉM, PARÁ.

Arthur Viana Lau, Mário Augusto Gonçalves Jardim

Resumo


Este estudo teve como objetivo conhecer a composição florística e estrutura da comunidade arbórea de uma floresta de várzea localizada em uma área de proteção ambiental, na Ilha do Combu, município de Belém, no estado do Pará, Brasil. O inventário florístico abrangeu 2,75 ha em 11 parcelas de 50 x 50 m subdivididas em 5 transectos de 10 x 50 m onde foram amostradas todas as espécies arbóreas com DAP ≥ 10 cm e estimada a altura. O material botânico foi identificado em nível de família, gênero e espécie no Herbário João Murça Pires do Museu Paraense Emílio Goeldi. Foram calculados os parâmetros fitossociológicos e estabelecidas as classes de tamanho para a estratificação do diâmetro e altura. Os resultados mostraram 5.731 indivíduos distribuídos em 21 famílias, 51 gêneros e 61 espécies. As famílias com maior número de espécies foram Fabaceae (14) e Arecaceae (7) e Euterpe oleracea Mart. com o maior número de indivíduos (4.259). Observou-se que aproximadamente 84% dos indivíduos ocuparam as três primeiras classes de altura, demonstrando o modelo característico de florestas tropicais. Na distribuição diamétrica, as classes com maior indivíduos foram II, III e IV havendo um decréscimo significativo nas maiores classes. A diversidade de espécies registradas demonstra o bom estado de conservação da floresta..

Palavras-chave: fitossociologia; conservação, Euterpe oleracea.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v3n2p88-93

Direitos autorais 2013 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.