COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA E ESTRUTURA DA COMUNIDADE DE ORQUÍDEAS EPÍFITAS NA APA ILHA DO COMBU, PARÁ, BRASIL.

Tonny David Santiago Medeiros, Mário Augusto Gonçalves Jardim, Adriano Costa Quaresma

Resumo


Objetivou-se determinar os padrões de distribuição vertical, abundância e riqueza de orquídeas epífitas nos forófitos. Foram registradas 37 espécies de orquídeas com destaque para os gêneros Epidendrum (quatro espécies), Maxillaria (quatro espécies) e Pleurothallis (três espécies), e Scaphyglottis sickii (15,51) e Dimerandra emarginata (15,00) com os maiores valores de importância epifítica, sendo a copa o estrato preferencial de ocupação. Registraram-se 48 espécies de forófitos, Hevea brasiliensis e Carapa guianensis foram os mais amostrados e se destacaram com as maiores abundâncias (482 e 308) e as maiores riquezas foram verificadas em H. brasiliensis, C. guianensis e Spondias mombin (21, 22 e 20). Na floresta de várzea da APA Ilha do Combu a umidade e a luminosidade são fatores condicionantes para a ocorrência de espécies epifíticas, com abundância e riqueza nas copas de forófitos mais dominantes.

Palavras-chave: Amazônia, distribuição vertical, floresta de várzea, orquidaceae.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v3n3p23-33

Direitos autorais 2013 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.