ESPÉCIES VEGETAIS UTILIZADAS NA PRODUÇÃO DE MEDICAMENTOS FITOTERÁPICOS NAS FARMÁCIAS DE MANIPULAÇÃO EM MACAPÁ, AMAPÁ, BRASIL

Fábio Ferreira, Luis Maurício Abdon da Silva

Resumo


O Brasil apresenta grande diversidade de espécies vegetais, dentre elas destacam-se as plantas com propriedades medicinais que são matérias-primas para a fabricação de fitoterápicos e outros medicamentos. O objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento das principais espécies vegetais utilizadas em farmácias de manipulação para a produção de medicamentos fitoterápicos em Macapá-AP. Foram realizadas visitas nos estabelecimentos e realizadas entrevistas com os técnicos responsáveis. Seis farmácias de manipulação estão devidamente registradas junto a Associação Comercial e Industrial do Amapá (ACIA) e ao Conselho Regional de Farmácia do Amapá (CRF/AP), na cidade de Macapá. Destas, cinco forneceram informações sobre as espécies vegetais utilizadas na produção de medicamentos. No total, foram relatadas 55 espécies vegetais, distribuídas em 44 famílias botânicas. As famílias com mais espécies citadas foram: Leguminosae (oito espécies), Bignoniaceae, Cucurbitaceae, Myrtaceae e Solanaceae (duas espécies em cada família). Das espécies vegetais citadas, andiroba e copaíba, destacam-se pela grande utilização pela população da região amazônica como cicatrizante e anti-inflamatório.

Palavras-chave: Plantas medicinais, Parte vegetal, Andiroba, Copaíba.


Palavras-chave


Plantas medicinais; Parte vegetal; Andiroba; Copaíba

Texto completo:

DOWNLOAD (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v11n3p13-17

Direitos autorais 2021 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.