Neidium PFITZER (BACILLARIOPHYCEAE) EM DOIS LAGOS DE INUNDAÇÃO DO RIO TAPAJÓS (AMAZÔNIA-BRASIL)

Regiane Gabriele Rocha Vidal, Andreia Cavalcante Pereira, SERGIO MELO, Lezilda Carvalho Torgan

Resumo


O presente estudo teve como objetivo realizar o estudo taxonômico do gênero Neidium Pfitzer e avaliar a sua distribuição em dois lagos de inundação do Rio Tapajós (Lago Verde e Lago Jurucuí, Santarém, Pará, Brasil). As coletas de diatomáceas foram realizadas com rede (abertura de malha de 20 µm) através de arrastos horizontais e verticais na coluna da água, em sete estações. As amostragens foram realizadas em escala trimestral (entre novembro de 2015 e julho de 2016), acompanhadas de medidas de parâmetros físicos e químicos da água. Identificamos quatro espécies para as quais são apresentadas descrições, dados morfométricos e abióticos, comentários sobre sua relação com os demais táxons e ilustrações em microscópio óptico e/ou eletrônico de varredura. A análise populacional das espécies permitiu ampliarmos a diagnose de N. hamatum Metzeltin & Krammer e N. latum Metzeltin & Lange-Bertalot em relação a morfometria e estrutura interna ou externa de suas valvas, além de registrar pela primeira vez a ocorrência de N. vanlandinghamii Metzeltin & Lange-Bertalot no Estado do Pará.

Palavras-chave: águas claras, diatomáceas, lagos de inundação, taxonomia.

Palavras-chave


águas claras, diatomáceas, lagos de inundação, taxonomia

Texto completo:

DOWNLOAD (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v12n1p28-32

Direitos autorais 2022 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.