RELAÇÕES PESO-COMPRIMENTO E COMPRIMENTO-COMPRIMENTO DE QUATRO ESPÉCIES DE PEIXES DE PEQUENOS RIACHOS DA BACIA DO RIO TROMBETAS, AMAZÔNIA BRASILEIRA

Jaqueline Gato Bezerra, Sandra Marques Silva, Gustavo Hallwass, Marcelo Costa Andrade

Resumo


As relações peso-comprimento (LWRs) e comprimento-comprimento (LLRs) foram estimadas para quatro espécies de peixes de igarapés da bacia do Rio Trombetas, afluente do Baixo Amazonas, oeste do estado do Pará, Brasil. Os peixes foram coletados com puça de 70 cm x 40 cm e malha de 1 mm em dezembro de 2018. O parâmetro a variou de 0,0150 para Copella nattereri (Lebiasinidae) a 0,0252 para Laimosemion dibaphus (Rivulidae). O coeficiente alométrico b variou de 2,837 para Copella nattereri a 3,263 para Crenuchus spilurus (Crenuchidae). O presente estudo registra as primeiras estimativas de LWRs para duas espécies, o primeiro LLR para quatro espécies de peixes de igarapés da bacia do Rio Trombetas e o novo registro de comprimento total máximo para Copella nattereri.

Palavras-chave: Biometria de peixes, Coeficiente alométrico, Ecologia de peixes, Bacia Amazônica, Oeste do Pará.


Palavras-chave


Fish biometry, Allometric coefficient, Fish ecology, Amazon basin, Western Pará



DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v10n1p56-58

Direitos autorais 2020 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.