GRAVIMETRIA COMO FERRAMENTA DE GESTÃO AMBIENTAL EM UM MUNICÍPIO DA AMAZÔNIA

Heitor Capela Sanjad, Eduirbe Castro de Araújo, Luiza Carla Girard Mendes Teixeira, Antonio Jorge Silva Araújo Junior, Carlos Eduardo Aguiar de Souza Costa, Ana Carolina Assmar de Lima Rabelo

Resumo


A gravimetria constitui uma informação importante na gestão dos resíduos sólidos, pois auxilia no monitoramento ambiental, na compreensão do processo de decomposição dos resíduos e na estimativa da vida útil de materiais para reciclagem, dados esses também cruciais para elaboração dos planos de resíduos sólidos municipais. Assim, este artigo objetivou caracterizar os resíduos sólidos produzidos na cidade de Soure, no Pará, para contribuir na sua gestão de resíduos sólidos. Utilizou-se a caracterização gravimétrica definida na NBR 10.004 de 2004. Nota-se, após a gravimetria, que a maior geração de resíduos se concentra nos materiais Rejeitos e Matéria Orgânica, que representam 86,6% de uma amostra de 91,5 kg. A maior quantidade de material reciclável coletada foi 4,16 kg de Filme PP colorido e a menor de material Tetra Pack, com 0,21 kg. O ganho mensal com a reciclagem para cada catador seria em média de R$50,00 e, portanto, sendo essencial que o poder público intervisse pela cooperativa, apoiando os serviços e reduzindo os custos. Mesmo o município apresentando potencial para a reciclagem, existe ainda fragilidade nas políticas públicas para o gerenciamento dos resíduos, principalmente na adoção de diretrizes municipais que a incentivem como uma alternativa para a economia e o meio ambiente.

Palavras-chave: Resíduos Sólidos, Reciclagem, Gerenciamento.

Palavras-chave


Resíduos Sólidos, Reciclagem, Gerenciamento.

Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v10n1p1-5

Direitos autorais 2020 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.