FLORÍSTICA E FITOSSOCIOLOGIA DE UM SUB-BOSQUE URBANO EM RIO BRANCO-AC, BRASIL

Lucélia Rodrigues Santos, Evandro José Linhares Ferreira, Cláudia Eugenio Silva

Resumo


O estudo foi realizado no sub-bosque de um fragmento florestal urbanoda Área de Proteção Ambiental Raimundo Irineu Serra em Rio Branco-AC e teve como objetivo analisar aspectos florísticos e fitossociológicos das espécies herbáceas, arbustivas, lianescentes e palmeiras. Para coleta de dados realizou-se um inventário aplicando o método de parcelas fixas (04) de 10 x 200 m e distância de 500 m entre elas. Foram encontrados 4299 indivíduos distribuídos em 78 gêneros e 122 espécies, das quais 33 foram classificadas apenas em nível de família botânica. As espécies herbáceas apresentaram o maior número de indivíduos, sendo a espécie Adiantum latifoliumresponsável por 20,86% do total dos indivíduos inventariados. As famílias de maior riqueza específica foram Rubiaceae, Arecaceae, Araceae, Bignoniaceae, Malvaceae, Maranthaceae, Polypodiaceae e Poaceae. As espécies com maior densidade absoluta foram Adiantum latifolium (1121,25 ind/ha), Pariana campestris (926,25 ind/ha) e Heliconia sp. 2 (876,25 ind/ha). O índice de Shannon encontrado foi de 3,08 e o índice de equabilidade de Pielou 0,64 e indicam alta diversidade e homogeneidade. Dos indivíduos registrados 72,77% pertenciam ao hábito herbáceo. Os índices de riqueza e equabilidade encontrados são próximos aos observados em outros estudos florísticos no Brasil.

Palavras-chave: diversidade, Amazônia, estrato inferior, área protegida.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v8n3p28-33

Direitos autorais 2018 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.