A PERCEPÇÃO DOS ALUNOS DE UMA ESCOLA DO MUNICÍPIO DE SANTANA, AMAPÁ, SOBRE AS CORUJAS: UMA ABORDAGEM ETNOORNITOLÓGICA ATRAVÉS DO ENSINO LÚDICO

Jackson Cleiton Sousa, Carlos Eduardo Costa-Campos

Resumo


Este trabalho objetivou investigar o conhecimento dos alunos de uma escola pública do município de Santana-Amapá sobre as corujas, e ampliar o conhecimento dos alunos acerca da biologia e da importância ecológica dessas aves, desmistificando crendices populares. Foram escolhidas aleatoriamente quatro turmas do ensino fundamental II, totalizando 120 alunos. A pesquisa foi realizada por meio de questionário específico de caráter exploratório, descritivo e explicativo, palestra educativa e aplicação de jogo lúdico. Os resultados obtidos demostraram que os alunos apresentaram um conhecimento prévio sobre o que são as corujas, sobre a biologia e importância ecológica dessas aves, embora uma minoria não tivesse conhecimento exato sobre os aspectos morfológicos e alimentares, porque apresentaram informações que não condizem com a literatura. Após a palestra o aprendizado dos alunos tornou-se mais amplo. Crendices populares envolvendo as corujas estão presentes na vida familiar de alguns alunos, pois 17,5% (N=21) informou ter escutado falar de lendas e mitos por seus familiares. A palestra foi muito importante para a desmistificação de tais crendices. O jogo de memória das corujas promoveu uma maior interação dos alunos. Acredita-se que atividades com abordagem etnoornitológica e ensino lúdico para alunos possibilita não apenas obter o conhecimento empírico sobre o objeto de estudo, mas promover transformações saudáveis através do conhecimento científico para que os alunos entendam a importância ecológica das aves. Tendo em vista à escola como difusora do conhecimento que refletirá também na preservação desse grupo de aves que sofre impactos devido às crendices populares.

Palavras-chave: Aves, educação ambiental, jogo de memória.


Palavras-chave


Aves; educação ambiental; jogo de memória.

Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v8n3p5-11

Direitos autorais 2018 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.