ECOLOGIA REPRODUTIVA DE Cichlasoma orientale (OSTEICHTHYES: CICHLIDAE), UM PEIXE ENDÊMICO DO SEMI-ÁRIDO BRASILEIRO

Liliane de Lima Gurgel, José Roberto Verani, Fabiana Rodrigues de Arruda Câmara, Nirlei Hirachy Costa Barros, Sathyabama Chellappa

Resumo


Cichlasoma orientale Kullander, 1983 é uma espécie de ciclídeo endêmico do semi-árido do Nordeste brasileiro e frequentemente encontrada no ecossistema do rio Assu, Rio Grande do Norte. Levando em consideração a escassez de estudos na região e sua importância ecológica para o ambiente, o presente trabalho objetivou investigar a estrutura da população e a biologia reprodutiva desta espécie. Foi determinada a estrutura em comprimento e peso, relação peso-comprimento, proporção sexual, comprimento da primeira maturação, morfologia das gônadas, índice gonadossomático, fator de condição e fecundidade. Foram utilizados 118 exemplares de ambos os sexos com comprimento médio de 11,44 cm e peso médio de 37,18 g. A equação originada da relação peso total e comprimento total foi Wt = 0,0271Lt2,9408, indicando um crescimento alométrico negativo. A fecundidade média por lote foi de 756,85 ovócitos vitelogênicos. Cichlasoma orientale apresenta desova parcelada com período reprodutivo entre os meses de março a junho e em setembro, com o maior pico reprodutivo no início das chuvas. Várias desovas dentro de um período reprodutivo indicam que a espécie C. orientale pode estar bem ajustada às características ambientais da região semi-árida.

Palavras-chave: Estrutura populacional, região semi-árida, desova parcelada, reprodução.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v1n2p36-44

Direitos autorais 2011 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.