ASPECTOS REPRODUTIVOS DE Pimelodella gracilis (VALENCIENNES, 1835) (OSTEICHTHYES: PIMELODIDAE) DO AÇUDE DA ECOREGIÃO CAATINGA

Nirley Hirachy Costa Barros, Wallace Silva Nascimento, Andréa Soares Araujo, Liliane Lima Gurgel, Sathyabama Chellappa1

Resumo


O presente trabalho verificou o fator de condição, índice hepatossomático e índice gonadossomático de Pimelodella gracilis (Valenciennes, 1835) (Osteichthyes: Pimelodidae), capturados no açude Marechal Dutra, RN. Para cada exemplar foram registradas medidas do comprimento total, peso corporal, peso das gônadas e do fígado. A relação peso-comprimento foi determinada para sexo agrupado. A proporção entre os sexos apresentou uma leve predominância das fêmeas. O coeficiente angular sugere que a espécie apresenta um crescimento do tipo alométrico negativo. As fêmeas e os machos de P. gracilis apresentaram três estádios de desenvolvimento das gônadas. O fator de condição e IHS diminuíram durante o período reprodutivo. A variação mensal do IGS para sexos agrupados mostrou que a espécie apresenta um período de reprodução curto, revelando maior atividade reprodutiva no período de março a abril. O período de desova ocorreu no mês de junho. IGS mostra uma correlação positiva com a pluviosidade da região.

Palavras-chave: Siluriformes, semiárido, niquim, reprodução.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v1n2p53-59

Direitos autorais 2011 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.