O USO DA MICROANÁLISE EM OTÓLITOS DE BAGRES BIOINDICADORES EM ESTUDOS DE BIOMONITORAMENTO AMBIENTAL

Igor Souza de Morais, Juliana de Souza Azevedo

Resumo


O presente estudo tem por objetivos aprimorar os conhecimentos acerca da determinação da idade/longevidade a partir da análise dos anéis etários nos otólitos de peixes bioindicadores com potencial uso em programas de monitoramento ambiental, considerando uma abordagem regional, nacional e internacional. Neste sentido, propõe-se como ferramenta adicional, a determinação de metais traço com potencial tóxico a partir da aplicação de técnicas analíticas voltadas a microanálise em estruturas calcificadas como os otólitos. Embora na última década alguns representantes da família Ariidae tenham sido validados e utilizados como espécies bioindicadoras ao longo da costa brasileira, a análise integrada quanto aos processos de exposição e respostas crônicas, com conhecimentos acerca da idade dos indivíduos ainda não é considerado. Em conjunto, a análise integrada dos fatores abióticos e bióticos, como caracterização física e química do meio aquático, determinação dos teores de metais nas diferentes matrizes ambientais, assim como a utilização de biomarcadores em associação com a estimativa da idade/longevidade nas espécies bioindicadoras poderão auxiliar na compreensão quanto aos processos de exposição a contaminantes orgânicos e inorgânicos aos quais a biota está exposta, auxiliando os gestores ambientais na tomada de decisões.

Palavras chave: Indicador ambiental, estruturas calcificadas, metais traço, peixes, poluição.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v7n2p65-77

Direitos autorais 2017 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.