EFEITO DA TOXICIDADE AGUDA DA GASOLINA EM ALEVINOS DE ACARÁ BANDEIRA (Pterophyllum scalare)

Natalino da Costa Sousa, Ana Claudia Gaspar dos Santos, Kleverton Félix Silva, Rita de Cássia Divino Lima, Robson Andrade Rosa, Sandra Lima dos Santos, Wellington Lima da Silva Junior, Peterson Emmanuel Guimarães Paixão, Márcia Valéria Silva do Couto

Resumo


Os hidrocarbonetos policíclicos e monocíclicos, constituintes dos compostos derivados de petróleo, são as principais substâncias químicas responsáveis pela toxicidade dos combustíveis fósseis nos organismos aquáticos. Desta forma, o presente estudo objetivou determinar a concentração letal (CL50) da gasolina em alevinos de acará bandeira (Pterophyllum scalare), avaliando-se a sobrevivência e as alterações comportamentais dos peixes. Para tanto, foram usados alevinos de P. scalare (1,41 ± 0,1 cm e 0,039 ± 0,001 g) em ensaio de sensibilidade com substância referência (KCl) e para o teste definitivo. No qual, foi realizado um delineamento inteiramente casualizado com seis diluições de gasolina (0,05; 0,1; 0,15; 0,2; 0,25 e 0,3% v/v) e um controle, todos com três repetições com duração de 96 horas. Para determinar os valores de CL(I)50 foi utilizado o método de Trimmed Spearman Karber e classificado segundo a descrição proposta por Cesteb. A sensibilidade determinada para os alevinos de P. scalare foi de (CL50-96h) 0,93 g.L-1, já a concentração letal 50% (CL50-96h) estimada para a gasolina foi de 0,14%, ao qual a diluição de 0,3% teve mortalidade de 100% antes de 24 horas de exposição. A gasolina é classificada como um xenobiótico muito tóxico, capaz de alterar o comportamento dos alevinos, no qual foram observadas natação errática, agitação, proximidade a superfície e batimento opercular rápido. Portanto, a gasolina representa um risco ao ambiente aquático decorrente da intoxicação dos organismos, causando alterações comportamentais e a mortalidade.

Palavras-chave: Gasolina, ecotoxicidade, acará bandeira, hidrocarbonetos.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v9n1p48-50

Direitos autorais 2019 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.