Pseudocercospora cruenta NA CULTIVAR DE FEIJÃO-CAUPI BRS NOVAERA NO ESTADO DO PARÁ

Ruth Linda Benchimol, Ana Karoliny Alves Santos, Carina Melo da Silva, Francisco Rodrigues Freire Filho, João Elias Lopes Fernandes Rodrigues

Resumo


O feijão-caupi é uma leguminosa muito consumida no Brasil, principalmente nas regiões Norte/Nordeste, onde é tido como fonte de proteína básica para a população local, podendo, no entanto, ter sua produção ser reduzida por problemas fitossanitários. O Programa de Melhoramento de Feijão-caupi da Embrapa lançou a cultivar BRS Novaera, com o objetivo de melhorar a produtividade e resistência a fitopatógenos, sendo considerada como altamente resistente à mancha-café, moderadamente resistente ao mosaico dourado e suscetível à mela, oídio e demais viroses, sem referências à mancha de cercospora. Em monitoramento realizado na Unidade Demonstrativa de Produção de Sementes de Feijão-caupi da Embrapa Amazônia Oriental, em Belém, PA, foram detectadas plantas com sintomas de manchas foliares semelhantes à mancha de cercospora, as quais foram analisadas no Laboratório de Fitopatologia da Embrapa Amazônia Oriental, sendo constatado como agente causal o fungo Pseudocercospora cruenta.

Palavras-chaves: mancha foliar, Vigna unguiculata.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v7n4p60-62

Direitos autorais 2018 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.