ANATOMIA FOLIAR DE Socratea exorrhiza (MART.) H. WENDL. (ARECACEAE)

Tatiani Yuriko Souza Kikuchi, Zélia Valente Braga, Raimunda Conceição de Vilhena Potiguara

Resumo


Socratea exorrhiza (Mart.) H. Wendl. é uma palmeira nativa de florestas de várzea da região Amazônica, cujas as raízes apresentam características estruturais adaptadas a ambientes com disponibilidade hídrica. Sendo a folha o órgão que mais se modifica em resposta às alterações ambientais, é proposta deste estudo caracterizar a anatomia foliar de S. exorrhiza, visando fornecer subsídios úteis para se compreender melhor a estrutura deste órgão em condições naturais de ocorrência dessa espécie. Para isso, amostras foram submetidas às técnicas usuais em anatomia vegetal. As regiões da pina apresentam estruturas distintas. A bainha apresenta-se dorsiventral, com epiderme papilosa, amplos espaços aeríferos e ductos secretores com cristais do tipo ráfides, além de septos transversais, os quais foram descritos pela primeira vez. O pecíolo e a raque exibem uma região periférica e outra medular, com feixes vasculares circundados por bainhas amilíferas. A pina é anfiestomática, com estrias cerosas nas paredes das células-guarda e muitos tricomas tectores ramificados, especialmente nas regiões costais. Já o mesofilo apresenta três tipos de feixes vasculares: primários, secundários e terciários. A margem ao longo da pina apresenta as formas, afilada, revoluta e rômbica. A partir dos resultados conclui-se que, em geral, as folhas de S. exorrhiza apresentam características comuns a família Arecaceae, porém foram observados caracteres marcantes e inéditos que podem ser exclusivos da espécie. 

Palavras-chave: Palmeira, pinas, tricomas, ductos secretores, floresta de várzea.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v6n2p73-79

Direitos autorais 2016 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.