COMPARAÇÃO DOS EFEITOS DE ANTICOAGULANTES USADOS NA COLHEITA SANGUÍNEA PARA A DETERMINAÇÃO DOS PARÂMETROS DO SANGUE EM ARRAIAS DE VIDA LIVRE DO GÊNERO Potamotrygon (ELASMOBRANCHII: POTAMOTRYGONIDAE)

Adriano Teixeira de Oliveira, Marcio Quara de Carvalho Santos, Jefferson Raphael Gonzaga Lemos, Jackson Pantoja Lima, Paulo Henrique Rocha Aride, Marcos Tavares-Dias, Jaydione Luiz Marcon

Resumo


Este estudo avaliou a eficácia de três anticoagulantes em parâmetros sanguíneos de arraias cururu Potamotrygon sp. O sangue de dez animais foi coletado e diluído nos anticoagulantes: EDTA 5% e 10%, heparina 2.500 e 5.000 UI e citrato de sódio 3,2%, outra parte do sangue também foi analisada sem anticoagulante.  O sangue de 20% e 30% das amostras de sangue que não continha anticoagulante e citrato de sódio (3,2%), respectivamente, coagularam.  Grumos de células foram observados durante a contagem de eritrócitos em 30% das amostras com EDTA 10%, 40% das amostras com heparina 2.500 UI e 60% das amostras com heparina 5.000 UI. Não foram observadas alterações no eritrograma da arraia cururu com diferentes anticoagulantes, os valores da glicose plasmática foram semelhantes em todos os grupos, enquanto os níveis de proteínas totais foram menores nas amostras coletadas com EDTA 5% e 10%. Em arraias Potamotrygon sp., para a conservação de amostras de sangue não é recomendado o uso de citrato de sódio 3.2%, porém, para a determinação da glicose plasmática e do eritrograma os anticoagulantes usados não influenciaram os parâmetros analisados. Portanto, esses resultados indicam que para evitar qualquer sinal de coagulação do sangue deve ser coletadas amostras diretamente com qualquer uma dessas concentrações de anticoagulantes.

Palavras-chave: potamotrigonídeos, anticoagulantes, sangue, hematologia.




DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v5n3p55-58

Direitos autorais 2015 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.