ISOLAMENTO, CARACTERIZAÇÃO FENOTÍPICA E PERFIL DE CRESCIMENTO DE CEPAS DO FUNGO Cunninghamella sp. DE SOLO DO SUL DO TOCANTINS, BRASIL

Marcus Vinicius Ribeiro Fernandes de Andrade, Tullio Teixeira Deusdará, Gessiel Newton Scheidt, Aloisio Freitas Chagas Júnior

Resumo


O solo é considerado um dos principais habitats para população e microorganismos com potencial biotecnológico e dentre estes, encontram-se os fungos da classe Zygomicetes, com destaque para os da ordem Mucolares do gênero Cunninghamella. Este estudo teve como objetivo isolar e caracterizar cepas do fungo do gênero Cunninghamella em solo no sul do estado do Tocantins, Brasil. Para isso amostras de solo foram coletadas de área da Fazenda Experimental campus Gurupi-TO,estas foram coletadas em três pontos aleatórios em triplicata a uma profundidade máxima de 10cm e com 300g cada amostra. As características do perfil metabólico de crescimento dos fungos foram realizados em meio YPD medindo a glicose, nitrogênio e pH no intervalo de 96 horas. Foram possíveis isolar três do gênero Cunninghamella, identificadas como 1B, 2A e 3A. As características macroscópicas observadas foram comuns aos três isolados. Na microscopia foram observados esporangióforos eretos, ramificados e na extremidade de cada ramificação notou-se a presença de vesículas globosas com diversos esporângios. A concentração de glicose no meio líquido demonstra uma curva decrescente desde o início do cultivo até 96 horas o que caracteriza um constante consumo de glicose pelos fungos. O consumo de nitrogênio verifica-se um decréscimo na quantidade de nitrogênio nas primeiras 12 horas e entre 36 e 60 horas caracterizando o consumo dos substratos pelo microrganismo. É possível concluir que as cepas 3A e 1B, de acordo o índice de velocidade de crescimento micelial podem apresentar melhor produção de biomassa e rendimento na extração de quitina e quitosana.


Palavras-chave: Cunninghamella sp, fungo, solo, isolamento, quitosana.

 

DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v5n2p58-64



Texto completo:

PDF_Português


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v5n2p58-64

Direitos autorais 2015 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.