COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA E FORMAS BIOLÓGICAS DE MACRÓFITAS AQUÁTICAS EM LAGOS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL, RORAIMA, BRASIL

Maria das Neves Magalhães Pinheiro, Mário Augusto Gonçalves Jardim

Resumo


As macrófitas aquáticas contribuem para a manutenção dos rios e lagos amazônicos por meio de diversas interações ecológicas. Este estudo teve como objetivo conhecer a composição florística e os aspectos ecológicos das comunidades de macrófitas aquáticas ocorrentes em lagos de Roraima, Brasil. A pesquisa foi realizada nos municípios de Boa Vista e Alto Alegre (RR) durante o período chuvoso e seco. Para análise da composição floristica os espécimes foram coletados e identificados no Museu Paraense Emilio Goeldi. A análise ecológica abrangeu a zonação horizontal, a forma biológica e a densidade relativa. Foram registradas 24 espécies distribuídas em 17 famílias e 19 gêneros com Cyperaceae (5) e Onagraceae (4) mais representativas em número de espécies. 17 espécies ocorreram simultâneamente no período chuvoso e seco; 3 espécies somente no chuvoso e 4 espécies no seco. As formas biológicas emergentes e anfíbias foram comuns para as espécies ocasionais e abundantes principalmente na zona periférica. A diversidade florística de macrófitas não foi influenciada pelo período chuvoso e seco na região.

Palavras-chave: Diversidade, Sazonalidade, Zonação, Forma Biológica, Densidade relativa.


Texto completo:

DOWNLOAD DO ARQUIVO (PDF)


DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v5n3p23-27

Direitos autorais 2015 Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.